Menu
Menu

Europa Ocidental/ Leste Europeu

Há décadas, a ACN apoia a Igreja que sofre nos países do leste europeu. Afinal, a Igreja nesses lugares continua enfrentando grandes desafios. Seja com a má situação econômica, os esforços para recuperar edifícios expropriados ou a crise de pessoal da Igreja, o comunismo ateu deixou um enorme vazio na sociedade, e as pessoas estão à procura de orientação. Assim, há uma enorme necessidade de assistência, conselho e orientação espiritual. O mesmo vale para os refugiados na Europa ocidental. Por isso, a promoção da formação geral e continuada de padres, religiosos e leigos fica em primeiro lugar para a ACN.

Mesmo que muitos não pudessem acreditar, o fundador da ACN, o padre Werenfried van Straaten, já estava convencido da aproximação do fim do comunismo e se planejava energeticamente para esse dia. Por isso, o 30º aniversário da queda do Muro de Berlim em 2019 foi um motivo de grande alegria também para a ACN. Afinal, a mudança política no antigo bloco do leste significava a recuperação da liberdade religiosa – como o padre Werenfried tinha desejado. Muitas coisas já puderam ser construídas e realizadas nas igrejas locais nas últimas décadas, inclusive com ajuda da nossa fundação. Desde a queda do Muro, a ACN ajudou a Igreja do leste europeu com cerca de 500 milhões de euros.

Desde a queda do Muro, ajudamos a Igreja do leste europeu com meio bilhão de euros.

Especialmente nos países do leste europeu, onde a Igreja Católica está em minoria, as Igrejas locais continuam a depender de ajuda do exterior. A ACN não só promove a formação geral e continuada de sacerdotes como também apoia trabalhos urgentes de reforma e construção de edifícios religiosos que foram expropriadas pelos comunistas. Desta forma, damos uma importante contribuição para a restauração de uma infraestrutura funcional das igrejas locais.

ACN ajudou a Igreja do leste europeu com cerca de 500 milhões de euros. 
ACN ajudou a Igreja do leste europeu com cerca de 500 milhões de euros.

Além disso, ajudamos padres e freiras que têm grandes áreas para cuidar por meio do fornecimento de veículos. Mas também continuamos a ser ativos na Europa ocidental. Nessa região, a ACN está empenhada principalmente na assistência espiritual aos refugiados e apoia iniciativas para a construção da fé.